domingo, 7 de abril de 2013

Planetas Retrógrados



"O livre-arbítrio é a capacidade de fazer com alegria aquilo que devo fazer"

C. G. Jung




Resolvi falar sobre os Planetas Retrógrados porque tenho encontrado gente justificando seus problemas na vida por conta desse aparente “movimento para trás”, que faz parte da nossa visão do Cosmos. Sim, é verdade que os retrógrados dão mais trabalho para serem conscientemente assimilados, mas o que significa isso na prática? Eu saio do pressuposto que ser quem se é não pode ser um problema, e o mapa ajuda a se entender como a pessoa funciona. Não pretendo levar em conta as questões ligadas a Karma ou outras vidas ou outras dimensões, pois essa não é a minha praia. Como a grande maioria das pessoas possui ao menos um planeta retrógrado no mapa, o que me interessa é entender como as pessoas usam essa ferramenta para se expressar.

A dificuldade central dos planetas retrógrados é que eles trabalham fora da nossa linha de tempo linear passado-presente-futuro, e por isso as áreas em que atuam precisam ser encaradas também diferentemente. De maneira bem simplificada, quando aqui da Terra vemos um planeta andar para trás, projetamos sua ação no futuro e agimos de acordo com essa projeção, e, portanto, teremos que rever os acontecimentos dessa área para poder seguir e continuar agindo. Na prática isso significa que se ligarmos o automático nas áreas em que temos planetas retrógrados teremos dificuldades ao ver que muito do que cremos e a maneira como agimos não se encaixam naquilo que estamos vivendo no presente, o que nos faz repetir situações bem desconfortáveis e duvidosas. A natureza desses desconfortos e confusões irá variar muito conforme as características do planeta, do signo e da casa em que o movimento retrógrado acontece.

Vamos pegar um exemplo cheio de dificuldades: um Marte Retrógrado em Touro e na casa XII. Marte, por sua natureza expansiva, vai se sentir muito bem na sua projeção de futuro, pois esse é um planeta que busca ação e no futuro tudo pode acontecer, mas tanto Touro quanto a casa XII têm uma natureza mais passiva, segurando essas ações e fazendo com que elas não sejam tão imediatas quanto Marte geralmente é. Em um segundo momento, quando esse Marte colocar a mão na massa e agir, ele terá ideias muito férteis a respeito do que quer, pois de alguma maneira já viveu aquilo, mas depois terá que recuar um tanto para analisar as consequências de seus atos. Um tanto cansativo, eu reconheço, mas conforme a pessoa se habitua ao próprio modo de agir marciano, ela será capaz de atuar conscientemente e aproveitar para realmente conseguir o que quer. Em um exemplo como esse a pessoa vai se sentir mais confortável na hora de realmente agir, confirmando suas visões de futuro, mas ela tem que passar pelo desconforto de ver o futuro e não agir anterior e pela revisão de suas ações posteriormente. Os problemas, dores e dificuldades aparecem quando se busca estar apenas no lugar de conforto, onde esse retrógrado cria situações mais harmoniosas com a casa e o signo em que se encontra. Por isso, ao analisar um planeta retrógrado, precisamos entender em qual fase a pessoa costuma parar, para então entender todo o processo e buscar maneiras de se restabelecer o fluxo.

Os planetas que costumam nos dar mais trabalho são os pessoais, Mercúrio, Vênus e Marte, já que eles estão diretamente ligados à identidade que criamos. Júpiter já é um planeta que nos ajuda a antever os benefícios que teremos com a expansão de nossos horizontes, e os problemas com seu movimento retrógrado são os costumeiros excessos e otimismo exagerado. Saturno retrógrado também não traz tantos problemas, já que ele por si mesmo nos faz andar com mais cuidado e consciência. Os transaturninos, como são geracionais e nos mostram movimentos coletivos, quando estão em movimentos retrógrados trazem a possibilidade de a pessoa entender como ações coletivas atuam em sua vida pessoal, o que, idealmente, pode ajudar muito na hora de escolher um caminho ideológico, espiritual ou filosófico. Com Urano, Netuno e/ou Plutão retrógrados, a pessoa terá que ver como o coletivo atua em seu ser antes de aderir mais profundamente. Esse é um ótimo antídoto para as cegueiras coletivas.

Vamos cuidar, então, dos planetas pessoais retrógrados.

Mercúrio atua na maneira de nos comunicarmos, na forma como transmitimos aos outros aquilo que vivemos e compreendemos interiormente e também como captamos as ideias que o mundo nos apresenta. Esse planeta nos traz a gama de curiosidades que temos tanto a nosso próprio respeito quanto a respeito do mundo, o que pode variar desde a roupa que a pop star usou em seu show, às maravilhas da cura pelo limão, até as palavras em sânscrito de algum mantra aprendido ou as delícias de se decifrar um filósofo mais erudito. Quando Mercúrio está retrógrado, a comunicação pode ser bem confusa e o aprendizado intelectual sofrer alguns contratempos, pois é bem complicado para a mente se manter apenas no presente e estabelecer uma relação de reciprocidade com os que estão ao seu redor. Isso não quer dizer um mau rendimento escolar, mas sim uma necessidade de resolver as questões não compreendidas antes de passar para frente, o que pode criar alguns conflitos com professores ou colegas que acham que o conhecimento dado foi suficiente. Ao mesmo tempo esse Mercúrio trará muitos insights que dificilmente poderão ser explicados através de uma lógica linear ou aparente, o que pode ser bem interessante para o portador desse planeta retrógrado, mas não ajuda na hora que se tenta explicar algo para outra pessoa. Martin Shulman comenta que existem muitos talentos musicais com Mercúrio Retrógrado, e isso, provavelmente, conecta as dificuldades da comunicação verbal com a busca de uma maneira mais sutil de comunicação. Eu, particularmente, encontro muitos bailarinos contemporâneos com esse Mercúrio. Dificuldades de comunicação isola a pessoa, e é comum encontrarmos nervosismo e irritação quando se tem que lidar com isso. É como viajar para Praga, na Republica Checa, sozinho e sabendo se comunicar apenas em português, por exemplo. A pessoa vai ter que desenvolver sua capacidade de fazer mímica e buscar palavras em comum nas duas línguas, além de outras palavras de outros idiomas que conheça se quiser sobreviver em um país onde se fala Checo. Se ficar por ali tempo suficiente vai conseguir aprender a nova língua e se comunicar de maneira satisfatória. Ou pode se tornar um ótimo mímico.

Enquanto Mercúrio tem como motivação a curiosidade, a força motriz de Vênus é o prazer, seja ele estético, afetivo ou físico. É através desse planeta que harmonizamos o que vivemos internamente como valores pessoais e aquilo que encontramos exteriormente no mundo. Onde encontramos com Vênus somos naturalmente receptivos ao mundo externo para aproveitar o que há de bom na vida, e por isso temos a capacidade de transformar aquilo que encontramos em algo mais belo, e, portanto, mais prazeroso. Acredito que seja fácil imaginar uma pessoa se decepcionando com o prazer e alegria que consegue da vida futura levando em conta apenas uma satisfação do passado vivida em situações diferentes. História didática exemplar: era uma vez uma menina de 4 anos que um dia resolveu se arrumar toda com as roupas da mãe para esperar o pai. Naquele dia seu pai chegou especialmente bem humorado e com tempo e vendo sua pequena filha divertidamente fantasiada, com a cumplicidade da mãe, entra na brincadeira e fala como ela está linda e lhe dá um grande abraço e um beijo cheio de ternura. A pequena criatura pega esse momento de alegria familiar e a projeta no futuro, e então, muuuuuuuuuuuitos anos depois, toda vez que essa sua alegria e prazer não acontecem em seus relacionamentos amorosos adultos ela se sente não amada, ou rejeitada, ou então rejeitará o parceiro dando demasiada ênfase àquilo que ele não é, ou seja, seu pai em um momento particularmente amoroso e tranquilo. Esse momento mágico da infância nunca mais será repetido, mesmo porque quando somos pequenos nossos pais são tudo que existe de importante na vida e quando crescemos o mundo fica – ou deveria ficar – bem maior. A capacidade de nossos valores e prazeres se ampliarem conforme crescemos é um dos atributos principais que temos que cultivar em nossa Vênus para seguir pela vida com alegria em estar vivo. Isso não significa descartar valores antigos, mas aperfeiçoá-los e ampliá-los conforme nossas necessidades e consciência se transformam, agradecendo os momentos felizes do passado e seguindo em busca de novos prazeres. Qualquer tensão que Vênus sofra (que pode ser desde uma conjunção com Saturno ou Urano até uma quadratura ou oposição) costumam trazer problemas para que esse processo seja feito dessa maneira “bonitinha”. A particularidade da Vênus retrógrada é a insistência que ela costuma apresentar em pré-programar, muitas vezes inconscientemente, seus relacionamentos para que eles se encaixem nos padrões passados. A dor que isso causa não vêm necessariamente da busca por um ideal irrealizável de amor ou beleza, mas pela falta de noção real a respeito do que traria prazer e alegria para sua vida atual. É comum pessoas com Vênus retrógradas manterem casamentos longos, mas insatisfatórios. A insatisfação muitas vezes não é por conta de não gostarem da parceria, mas por não saberem o que fazer com aquilo que não encaixa em seu passado.

Marte é o planeta da energia vital direcionada para fora, que nos impulsiona para o mundo na busca por expressão e satisfação pessoal. Qualquer coisa que limite os movimentos marcianos costuma ser sentido como algo que impede a pessoa de conquistar aquilo que quer, e quando retrógrado isso aparece como uma inadequação temporal, ou seja a pessoa age imaginando um futuro e depois percebe que se precipitou e que precisa aprender a ajustar a quantidade de energia que disponibiliza para conseguir o que quer. Muitas vezes a pessoa também não se sente com forças para romper situações que o aborrecem, e quando questionada do porque em geral traz uma série de razões sem sentido. Esse é um planeta com energia intuitiva e instintiva, portanto não é nossa face mais dada a reflexões. O sentimento de que suas realizações pessoais não são satisfatórias parece acompanhar esse Marte retrógrado. Por isso quem tem que agir através dele vai precisar aprender a andar em zig zag e descobrir que isso não tem nada a ver com seu entorno e com as pessoas que se acredite terem que contribuir com suas ações. O Marte retrógrado vai realmente deslumbrar grandes ações futuras, mas toda vez que agir nesse sentido terá que voltar atrás para avaliar os efeitos de sua ação antes de dar outro passo para poder adequar-se à sua realidade atual. Quando a projeção no futuro se mostrar exagerada, a sensação de rejeição vai obrigar a um recuo, e é importante que a pessoa pense nisso como uma necessidade de reavaliação, e assim possa experimentar a possibilidade de estar no presente para criar esse futuro desejado em vez de culpar as pessoas ou o mundo por sua insatisfação. Independente do posicionamento ou condição de nosso Marte, uma das coisas mais importantes no processo de amadurecimento e crescimento de nossa personalidade consiste exatamente no aprendizado que temos que fazer de focar nossa energia marciana para aquilo que realmente queremos, no sentido mais profundo desse querer. Quem tem um Marte retrógrado aprende a fazer isso mais cedo. 

15 comentários:

Anônimo disse...

Deixe-me dizer-lhe que achei o seu texto muito interessante! :) Parabens! Interesso-me muito por astrologia, mas ainda tenho muitas dúvidas e penso que um longo caminho a percorrer :)
Gostaria de lhe colocar uma questão se puder ser.
Então: Tenho mercurio em aries na casa 4 retrogado, e plutão em escorpião na casa 11 retrogado.
Outros posicionamento que sempre me suscitaram curiosidade, são o meu marte na casa 7 em cancer, e jupiter na casa 8 em leão...

Será que me poderia explicar o que estes posicionamentos querem dizer? Agradecia imenso.
Já procurei imensa informação pela internet e nunca achei uma explicação logica no seu todo. Desde já muito obrigado.

Filipa.

Teca Dias disse...

Oi Filipa
Que bom vc ter gostado do que escrevi. Mas é mesmo um caminho sem fim, isso de gostar de astrologia, viu? Bom, né?
Então, é bem difícil fazer leitura de mapa por escrito, Filipa, como comentário de postagem de blog, então, impossível. A diferença entre vc fazer a leitura de mapa com um astrólogo ou com um computador é exatamente essa: o computador/internet pode te dar um monte de dados, mas só no encontro daquele que vive esses símbolos com um tradutor é que a gente consegue fazer uma totalidade. Essa sua curiosidade a respeito do próprio mapa pode geral uma leitura muito rica. Eu recomendo!

Anônimo disse...

Obrigado por ter respondido :)Sempre tive imensa curiosidade em saber o significa o meu mapa astral, mas penso que o problema, foi nunca ter encontrado fontes correctas que me pudessem ajudar a interpreta-lo.Acho que desde a minha adolescencia que tenho curiosidade por astrologia, mas só agora é que comecei a levar o assunto mais a sério. E de facto o seu blog tem imensas e muito boas postagens. :) Acho que todos os elementos do mapa no seu conjunto estão interligados. Ou seja o que quero dizer é que se influenciam uns aos outros.Penso eu. Nunca estudei astrologia numa escola, mas é essa a percepção que tenho.

Abraço

Filipa

Teca Dias disse...

E a maior prova de que os elementos do mapa estão interligados é o fato de vc ser uma pessoa só e inteira, Filipa. Lembro quando comecei a entender o meu mapa: foi como ter acendido uma luz, e vi que na verdade eu não era maluca, apenas tinha um monte de coisas acontecendo ao mesmo tempo dentro de mim, mas que poderiam ser compreendidas. Achei isso realmente incrível. E ainda acho, hehehe...
Na verdade a melhor maneira de se aprender astrologia é treinando o olhar e aprendendo a fazer perguntas. Eu sempre recomendo veementemente aos meus alunos que façam muitos e muitos mapas, da família, da vizinhança, dos amigos, do cachorro, e aí duvidem de tudo que aprenderam e saiam perguntando para os donos dos mapas se é assim mesmo. É muito mais divertido do que ficar brincando de adivinhação. Depois que a gente aprende a perguntar ao outro e observar o outro para entender algum aspecto do mapa, a gente começa a aprender a fazer esse tipo de observação em si também.
Quer um exemplo prático? Pois vc pergunta sobre o significado do seu Marte exaltado em Câncer na casa 7: pergunte a si mesma que tipo de relacionamentos vc vivencia, qual o seu padrão de masculino, vc consegue reconhecer um padrão nas associações que faz? Quem costuma fazer o rompimento de padrão, vc ou a parceria? E aí vá para seu Júpiter em Leão na 8 e se pergunte o que acontece depois do viveram felizes para sempre... E esse é apensa o primeiro passo.
Aulas de astrologia são bacanas principalmente por que encontramos outras pessoas interessadas que acharam outras respostas, diferentes das nossas, para a mesma questão. A astrologia é primeiramente uma linguagem, e como qquer língua a gente aprende a se expressar por ela através da prática mesmo.
Espero que vc possa desfrutar muito da astrologia, Filipa!
Tudo de bom

Anônimo disse...

Muito obrigado mais uma vez :) Agora entendo. Todas as pessoas são diferentes ou seja, para cada caso existem milhares de hipoteses diferentes...é isso que eu acho fascinante na astrologia.
Outra coisa,acho que ser "maluco" (sem ofensa,claro) de certa forma nos faz diferentes e especiais.Certa vez encontrei uma frase pela internet que faz todo o sentido: Os "malucos" existem para confundir as certezas do mundo.

Tudo de bom para si.

Filipa

Anônimo disse...

Oi Teca,
Parabens pelo post, gostei bastante deste tema que não costuma ser abordado,e muitas vezes de maneira clara e objetiva sempre que lia algo relacionado a este assunto,ficava com muitas duvidas,e este texto tirou metade delas,mais ainda tenho algumas, gostaria que se pudesse me respondese sobre estas duvidas.

*Tenho planetas retrogrados em casas pessoais casa 1 urano/netuno em capricornio e casa 2 capricornio com saturno em aquario) em um mapa interceptado com plutão confinado na casa 11.
*Urano e Netuno fazem na maior parte aspectos bons com o mapa exceto com venus em libra na casa 10,mas a grande duvida fica é com Saturno c2,que faz aspectos tensos com quiron na c8,plutão na c11,os aspectos beneficos como o trigono de venus c10,marte c6,ajuda minar os efeitos de saturno na c2 em tensão e retrogrado?

Obrigada pela atenção!
Vick :)

Teca Dias disse...

Oi Vick
Deixe-me ver se entendi o seu mapa: vc é da geração urano/netuno em caprica e os dois estavam retrógrados em seu nascimento no ascendente - seu asc. é caprica e ele rege casa 1 e 2. E aí o regente do mapa e da casa 2, que é Saturno, está retrógrado na casa 2, mas em Aquário. Aí tem um Plutão interceptado em Escorpião na 11 e um kiron em leão oposição a saturno. É isso? Vc quer saber se os trígonos desse Saturno com Marte e Vênus ajudam a "minar" os efeitos tensos e retrógrados desse titã? Bueno, Urano retrógrado no ascendente pode gerar problemas de rebeldia generalizada, o que é muito cansativo, então quando se vai ficando mais velho, depois dos 30, a pessoa tem que aprender a não jogar a criança junto com a água do banho e manter um espaço - interno e externo - de liberdade para onde pode ir quando tem que enfrentar momentos mais "caretas" para conquistar aquilo que quer. Netuno retrógrado recebe motivações ambientais via inconsciente que se for simplesmente seguido pode criar situações confusas e difíceis, onde se tem que sacrificar coisas importantes. A saída é a mesma que para Urano: é bom criar um espaço para entrar em contato com as inspirações netunianas para não se ter que
entregar tudo para ele. E isso fica mais importante com um Saturno na casa 2, retrógrado, direto ou de viés, Vick. Então tem duas coisas que vc precisa entender para estar em paz com vc mesma, com a vida e com seu mapa: segurança eterna é uma ilusão, principalmente se tratando de dinheiro e com um kiron de 8, a menos que vc aprenda a dar valor à sua existência material aqui e agora e veja quantas possibilidades isso te dá para materializar isso. Saturno vai te fazer levar o processo para conquistar isso muuuuuito a sério. Estando ele retrógrado quer dizer que vc sabe disso, e que vai precisar dar uma forma material para as ideias geniais que vc pode ter a respeito. Como planeta retrógrado tem esse pé no futuro, cuidado com as paranóias que dizem que vc vai morrer pobre e abandonada em um lugar horroroso, ok?Esse filme de horror tem alguma validade antes do retorno de saturno para te obrigar a ir atrás da sua vida mesmo sem acreditar que consegue, mas depois tem que ser descartado e trocado por seriedade de propósito, ambição real e desejo de construir a própria vida, tá? Sim, vênus e marte em áreas de materialização da sua vida vão ajudá-la nisso, mas ninguém mina nada no mapa, Vick, quem faz isso é sabotador interno, não elementos do mapa. Acho que nem preciso comentar esse seu Plutão... consegui resolver suas dúvidas?

Anônimo disse...

Oi Teca
aqui é a Vick, foi exatamente isso que estava com duvida,obrigada por me responder.Estou sentindo cada dia esse efeito sobre minha personalidade,que você descreveu sobre urano-netuno principalmente,alias acho que desde pequena tinha essa impressão,não era tão rebelde,mas sentia uma necessidade de criar valores atraves das minhas proprias experiencias,seja por observações ou pelo que sintia em relação ao mundo,as pessoas e aos valores impostos.Até hoje não consigo entender certos valores que distânciam os seres humanos,como a negligência,o preconceito ou a propria futilidade,isso por um tempo me fez ser anti social,depresiva,mas porem me fortaleceu muito em criar um espaço só meu,onde eu acho que cresço muito como ser humano.
A unica dificuldade que acho que eu tenho é exatamente essa de criar estruturas com o intimo e o social,percebo tambem que as pessoas veem algo diferente e especial em mim,que particulamente nem sei se tenho,muitas pessoas a qual eu convivo,acham que posso mudar as coisas ou influencia-las de forma unica,mesmo que seja de forma timida e com quase total descomporomisso.
Recebo criticas e elogios tanto pela frente,como atrás e já vi dezenas de vezes isso,até de quem eu menos imagino.Essa caracteristica me faz arrumar certas rixas,como se eu tivesse disporta a competir com todos,já tive brigas,e até amizades no final acabei fazendo,por conta disso,acho que nossos valores são construidos individualmente,e é um processo eterno,porem acho bastante gratificante,pois a gente descobre que viver é muito facil,e não precisamos de uma "receita de bolo" ou seguir os demais,talvez essa caracteristica seja como de uma criança que brinca, experimenta,sem julgamento ou pudor.Infelizmente percebo que as pessoas não estão conectadas a isso,seguem o automatico e o que é perceptivo,e não o que é sentido,acho que isso contamina muito,nós seres humanos e é o que gera insegurança,talvez a segurança que busco é oposta a isso.

Teca foi exatamente,isso que estava com duvida e você confirmou,obrigada por me iluminar.
Curto muito suas postagens!

*Te desejo Boas Festas,feliz 2015!

Beijos,Vick!

Teca Dias disse...

:)
Muita Luz e Vida para seu Natal, Vick!
Abraços

Anônimo disse...

oi teka ..t bom..
eu tenho saturno retrogado na casa 8 em touro....sou muito inconstante...me ajude a entender...obrigada

Teca Dias disse...

Oi Anonima... primeiro vc precisa me ajudar a entender sua dúvida... porque vc associa saturno retrógrado na 8 em Touro com inconstância? Se vc está se referindo a relacionamento, eu diria que é muito mais medo de não dar conta de um relacionamento íntimo do que qquer outra coisa... se é isso, eu diria que o retrógrado do saturno só irá crescer a sua consciência de que relacionamento não é tão divertido como aparece no facebook. Vc já passou pelo retorno de Saturno, entre os 28 e 30 anos? Isso faz diferença

Anônimo disse...

Ola Teca, td bem?
Estou eu aqui com 6 planetas retrógrados e vim buscar mais informações sobre e achei seu post.
Realmente e assustador saber que VC tem 6 planetas retrógrads no meu caso Urano e neturno cada 3 ,marte casa 4,Júpiter casa 6, Saturno casa 2.....mercúrio TB mas não sei a casa rsrsrs...usei floral...no meu mapa deu excesso de agua e falta de ar....
Estou com 28 anos....gostaria da sua opinião sobre esta quantidade de planetas retrógrados.....rsrsrs
MTA gratidão!!!
Kariane

Teca Dias disse...

Oi Kariane
Pois te digo que, diferente do Joel Aleixo, eu não acho que os retrógrados são um problema na vida de uma pessoa - nem signo interceptado, nem Saturno, nem nada do mapa, aliás, hehehe -, já que essas coisas que acontecem no céu são apenas modos de expressão e não existe "modo errado" de se expressar. Desses 6 o que pode te dar mais trabalho é o marte, já que essa antecipação dos retrógrados pode gerar bastante ansiedade, mas antes de tomar ansiolítico vá fazer esporte que ele se adapta rapidinho. Mercúrio retrógrado costuma dar trabalho principalmente nos primeiros anos de escola, mas vc sobreviveu a isso, então ele pode ser um tanto maluquinho mas com certeza te oferece saídas e entradas criativas que combinam muito bem com essa conjunção Urano/Netuno de casa 3.
Na minha experiencia Saturno retrógrado é uma benção, pois sempre que converso com alguém com isso ela raramente vai questionar a necessidade de seriedade naquela área, o que economiza muito tempo e problemas na vida.
Os transaturninos - Urano, Netuno e Plutão - são planetas geracionais, ou seja,toda a turma da escola tem esses mesmos retrógrados nos mesmos signos - mesmo que não nas mesmas casas - que vc, então trocar figurinhas com pessoas da sua idade sobre espiritualidade e ideologias pode te ajudar a se situar melhor com esses rapazes. O fato deles estarem retrógrados significa que nem sempre a ação será tão direta, e muitas vezes vc vai se encontrar em situações de grupo sem saber como chegou alí e/ou estados anímicos estranhos sem se dar conta na hora. Tem um astrólogo que gosto muito chamado Dane Rudhyar que diz que as pessoas com Transaturninos retrógrados tem a capacidade de tornar efetivas as mudanças necessárias no coletivo, e eu tenho comprovado isso também, principalmente com pessoas da sua geração.
E olha, Kariane, os comentários anteriores da Vick podem te ajudar também, pois ela tem quase exatamente os mesmos planetas retrógrados nas mesmas casas que vc... mundinho esse nosso...
Abraço e tudo de bom

Anônimo disse...

Olá Teca, tenho muitas dúvidas e muitas delas sao sobre relacionamentos.
Tenho mercúrio rx em peixes casa 11, saturno rx em virgem casa 5, plutão rx em libra casa 6, urano rx em escorpião casa 7 e por fim netuno rx em sagitário casa 8.
O que pode me dizer a respeito?
Obrigada Gi

Teca Dias disse...

Oi Gi
Eu poderia escrever um livro sobre esses aspectos, e com Urano na 7 e Netuno na 8, mesmo que não fossem retrógrados, davam umas histórias com relacionamentos bem diferentes, né não? Bom, quando se trata de planetas transaturninos retrógrados, estamos falando de um movimento coletivo que está em um momento de reavaliação quando vc nasceu, e isso não afetará tanto o significado deles. Já um Mercúrio Rx em Peixes pode sim trazer uma certa dificuldade de compreender o que é que está acontecendo no momento de maneira direta e fazer com que vc se confunda em sua comunicação, e estando em casa de grupos, isso pode ser mais intenso nas suas relações sociais. Um ascendente taurino não ajuda muito nisso, mas vc vai ter que aprender a criar um relacionamento de confiança com sua intuição e com seu inconsciente para poder escapar de algumas armadilhas que esse aspecto pode te trazer. Uma maneira de fazer isso é através de atividades meditativas, mas também escrevendo ou criando imagens com essas maravilhas que estão em sua mente mas que não necessariamente são para serem realizadas no agora ou fazem parte do aqui.
Qto ao Saturno Rx, eu tenho percebido que esse é um aspecto que acaba sendo bem positivo, no sentido de que a pessoa parece saber que essa é uma área de dificuldade desde sempre e que precisa ser levada a sério. Trabalhar casa 5 é trabalhar nossa capacidade de sermos nós mesmos independente do que aconteça fora de nós: tarefa pra gente grande. Auto estima e criatividade são questões bem centrais em nossa existência, e com certeza vai afetar muito seus relacionamentos amorosos, pois quanto mais forte vc for internamente, mais significativos e profundos precisarão ser seus relacionamentos.
Ajudou, Gi?
Abraço
Teca